quarta-feira, 21 de junho de 2017

Tudo o que você precisa!


"Você jamais saberá que Jesus é tudo de que precisa até Jesus ser tudo o que você tem. Você está no deserto? Refugie-se na presença de Deus. Encontre consolo no povo de Deus."


Max Lucado


 

sábado, 17 de junho de 2017

A verdade e a Bíblia VI



...


Um túmulo vazio? Como podemos explicar o túmulo vazio? A explicação pderi estar em uma causa natural?


A situação no túmulo depois da ressurreição é importante. O selo romano fora quebrado, o que significava crucificação automática, de cabeça para baixo, para os autores da façanha. A grande pedra fora removida para longe do sepulcro maciço, e não apenas da entrada, como se tivesse sido transportada para outro ponto. Quando os guardas despertaram e descobriram o que havia acontecido, fugiram.

Este é o registro que temos nos documentos históricos.Várias teorias, porém, afirmaram que o túmulo não estava na verdade vazio.

Uma teoria proposta por Kirsopp Lake supõe que as mulheres que anunciaram que o corpo não se encontrava ali foram erradamente para outro túmulo. Em caso positivo, então os discípulos que foram verificar a declaração das mulheres devem ter também ido ao túmulo errado. Podemos estar certos, porém, que as autoridades judaicas, que haviam pedido que a guarda romana fosse colocada junto ao sepulcro para impedir o roubo do corpo, não iriam enganar-se quanto à sua localização. Os guardas romanos também não cometeriam tal engano.

Se um túmulo errado estivesse envolvido, as autoridades judaicas não teriam perdido tempo em apresentar o corpo que se achava no túmulo certo, extinguindo assim para sempre qualquer rumor de uma ressurreição. Outra tentativa de explicação alega que as aparições de Jesus pós-ressurreição não passaram de ilusões ou alucinações.

Sem nenhum apoio dos princípios psicológicos que estudam aparições ou alucinações, esta teoria também não coincide com a situação histórica ou com o estado mental dos apóstolos.

Isto nos leva à única possibilidade restante, isto é, o túmulo estava realmente vazio, como afirmaram os seguidores de Jesus, como supuseram os soldados e líderes judeus e como os cristãos sempre ensinaram. Paul Althaus declara que a ressurreição "não poderia ter sido mantida em Jerusalém durante um único dia ou hora, se o fato de o túmulo estar vazio não tivesse sido estabelecido para todos os interessados".

Paul L. Mayer conclui: "Se toda a evidência for pesada cuidadosa e imparcialmente, é realmente justificável segundo os cânones da pesquisa histórica, concluir que o túmulo em que Jesus foi sepultado estava mesmo vazio na manhã da primeira Páscoa. Nenhum traço de evidência foi ainda descoberto na epígrafe das fontes literárioas, ou na arqueologia, que pudesse refutar esta declaração".

Se o túmulo estava vazio, onde se encontrava o corpo e por que não foi apresentado? As teorias avançadas para explicar a ressurreição por causas naturais são fracas: elas acabam contribuindo par aumentar a confiança na verdade da ressurreição.



quarta-feira, 14 de junho de 2017

Corações...

"Deus examina corações. Quando encontra um coração que está Nele, Ele o chama e o reclama."

Max Lucado



sábado, 10 de junho de 2017

A verdade e a Bíblia V

O Sepultamento de Jesus.


O corpo de Jesus, de acordo com os mesmos costumes judaicos para o sepultamento, foi enrolado num tecido de linho. Cerca de cem libras de um composto de especiarias aromáticas, misturadas com uma espécie de goma, foram aplicadas a mortalha que envolvia o corpo (Jo 19.30-40). Depois de colocado num sepulcro aberto na rocha (Mt 27.60), uma enorme pedra (pesando aproximadamente duas toneladas) foi rolada por meio de alavancas contra a entrada do túmulo (Mc 16.4). Um grupo de soldados romanos formado por homens disciplinados, foi destacado para guardar o túmulo. O medo do castigo "produziu atenção estrita ao dever, especialmente no turno da noite". Justino, em seu Digest 49.6, lista dezoito ofensas pelas quais um guarda podia ser condenado à morte. Elas incluíam dormir no serviço ou deixar a posição desguarnecida. Esta guarda colocou no túmulo o selo romano, um símbolo do poder e autoridade de Roma. O selo era para impedir depredação. Quem quer que tentasse mover a pedra da entrada teria rompido o selo e transgredido assim a lei romana.

Mas o túmulo estava vazio.

...

sábado, 3 de junho de 2017

A verdade e a bíblia IV - Evidências...


Evidência de que Jesus Realmente se Levantou Dentre os mortos


A questão da ressurreição remove a pergunta "O cristianismo é válido?" da esfera da filosofia e faz dela uma questão histórica. O cristianismo tem uma base historicamente aceitável? Existe evidência suficiente para confirmar a fé na Ressurreição? A Ressurreição aconteceu de fato?

Alguns fatos relevantes da ressurreição são estes: Jesus de Nazaré, um profeta judeu que afirma ser o Cristo profetizado nas Escrituras Judaicas, foi preso, condenado como criminoso político e crucificado. Três dias depois de sua morte e sepultamento, algumas mulheres que foram até o túmulo não encontraram o corpo dele. Seus discípulos afirmaram que Deus o havia ressuscitado dos mortos e que ele lhes aparecera em várias ocasiões antes de subir ao céu. A partir deste fundamento, o cristianismo se difundiu em todo o império romano e continuou a exercer grande influência através dos séculos.

...



quarta-feira, 31 de maio de 2017


"Nós não precisamos de pedrinha de Israel, porque temos a pedra de esquina chamada Deus Emanuel"