segunda-feira, 9 de agosto de 2010

“Não a minha, mas a tua vontade!!"




...uma pessoa que procura fazer a vontade de Deus contanto que não interfira em seus desejos, sendo auto-suficiente, não obedecerá a ninguém, e você sairá perdendo. Quando a pessoa vive para agradar a si mesma, e não a Deus, os que estão a sua volta acabam perdendo ao longo do caminho, pois quando chega a hora da verdade, a vontade dela reinará suprema.

Assim, nessa passagem, temos um verdadeiro teste para ver quem governa a vida de quem: se a própria pessoa ou Deus. Se você está com alguém que se diz espiritual, mas quando a espiritualidade entra em conflito com seus desejos são eles que vencem, então está com uma pessoa que coloca Deus em uma categoria chamada “fabricação própria”. Ela não o adora como ele é, mas como quer que ele seja. Está recriando Deus à sua imagem. Não está se adaptando a Ele, mas fazendo com que Ele se adapte à vontade dela. Tudo isso indica que essa pessoa pensa: “Eu me submeterei a Deus, contanto que concorde com Ele”. E isso não tem nada a ver com submissão.

Uma tarde abençoada a todos e uma boa semana!
Inté+
Jair Tomaz

10 comentários:

  1. Não existe "própria pessoa ou Deus", nós somos a semelhança de Deus, nossa imagem e tudo o que existe é o próprio Deus.
    E quando estamos aborrecidos, Ele também. E quando estamos felizes, Ele também. E quando somos injustos, Ele também, pois tudo o que praticamos é um retorno do nosso próprio Deus interior. Você está preocupado com Cruz? com imagens? Você quer conhecer a Deus? Olhe seu reflexo na água, voce vai ver Deus, de verdade.
    Não estamos sozinhos quando conhecemos Deus, sabe porque? Porque Ele não pode sair de dentro da gente, Ele mora na gente.

    Adoro esse blog, aqui a gente sabe o nome dos nossos fiéis amigos............ comunicativos.

    ResponderExcluir
  2. incompreendida....9 de agosto de 2010 16:16

    Ter uma cruzinha no bolso não mata ninguém....

    ResponderExcluir
  3. incompreendida....9 de agosto de 2010 17:01

    Obeder a gente obedece pai e mãe, ou patrão.
    Na época da colonização a mulher obedecia o marido, quando ela valia menos que um boi. Hoje o relacionamento é de homem e mulher se parece mais com o cântaro de samaritana, ela pega água pra você e pede pra ela, mesmo que voce tenha o poço da água da vida, seja humilde, peça aguinha pra ela, voce vai ver que é melhor que mandar e obedecer.

    ResponderExcluir
  4. Cara incompreendida, livre arbítrio é uma das diretrizes de Deus. Ele não nos obriga a nada, mas nos informa, através da Bíblia, o resultado de nossas escolhas. Bem, para ajudar fica uma frase de C S Lewis

    "No final das contas, existem dois tipos de pessoas: aqueles que dizem para Deus "Seja feita a tua vontade" e aquelas para quem Deus diz no final "Seja feita a sua vontade". Todas as pessoas que se encontram no inferno escolhem a segunda opção.

    C. S. Lewis

    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Reflexão ao post da Karina Varela
    Primeiramente, obrigado pelos posts; apreciamos a liberdade de expressão, sobretudo quando esta gera a saudável discussão.
    A idéia de que tudo que fazemos é reflexo da natureza divina em nós, surgiu há muito tempo através da doutrina Bramanista (atual Hinduísmo), comprada pela Cientologia.
    Como estas são religiões não cristãs, e o escopo desse blog é exclusivamente trazer à luz informações que expressem o conceito cristão sob o prisma bíblico, são absolutamente notórias as discordantes opiniões.
    Obviamente, não temos espaço suficiente aqui para abordar um estudo completo sobre esse tema. Mas, vamos aos fatos.
    Quando afirmamos que Deus (o Criador de todas as coisas) habita na criatura, é necessário compreendermos o contexto dessa doutrina.
    Primeiramente, o Senhor não habita em homens que não o conhecem (que não o receberam como tal)... "Mas a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se TORNAREM FILHOS de Deus;" - Evangelho de João 1:12, (grifo meu). Essa é a maravilhosa "metamorfose" da mudança espiritual, onde uma CRIATURA passa a ser FILHO.
    Após compreendermos esse conceito de mudança, é preciso entrarmos no cerne dessa discussão: somos feitos à SEMELHANÇA do Criador (no aspecto espiritual) e nunca à IGUALDADE d'Ele.
    Isso é fácil de discernir quando estudamos um pouco a Bíblia, que diz que o Senhor nunca pecou. Veja:
    "E bem sabeis que Ele se manifestou para tirar os pecados; e nele não há pecado.” I João 3:5, em contraste ao homem, que é pecador.
    Cometer injustiças (conforme declara a leitora em seu comentário) denota a prática do pecado, conforme lemos em I Coríntios 6:9 - "Não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus?".
    A habitação do Espírito de Deus no homem não valida o compactuar de seus atos. Isto porque o Senhor habita nos FILHOS para os conduzirem a uma vida de santidade na terra e, no juízo, comprovar a salvação através dessa presença divina como selo - "Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações." II Coríntios 1:21,22.
    Para finalizar, é importante sabermos que quando erramos, o Espírito Santo (em nós) se entristece, bem como, podemos apagar (extinguir) Sua presença:
    I Tessalonicensses 5:19 - "Não extingais o Espírito."
    Efésios 4:30 - "E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção."
    Isso prova que Deus não aprova todas as nossas ações.
    Que Deus possa abrir os nossos olhos espirituais a fim de discenirmos Sua vontade para as nossas vidas.
    Que o Senhor abençoe a todos!

    ResponderExcluir
  6. Quem sabe podemos usar o mastro das bandeiras das nações e colocar ali as bruxas e feiticeiras, e queimá-las para purificação do meio.

    ResponderExcluir
  7. As injustiças revelam um Deus fraco, com raízes em terras arenosas, logo, logo, ficam às mostras suas entranhas, sabe, as águas, o vento, a tempestade revelará um dia para toda a criação. Por isso digo que nosso Deus interior é injusto também, pois um dia será revelada suas obras(as quais vcs. chamam de Diabo), eu chamo de Deus fraco. Pois nem morrendo o homem perderá o seu Deus, mesmo que Ele seja fraco e injusto, todo homem têm um Deus, e mesmo que Ele seja horrível, insuportável, mesmo assim, ao se refletir nas águas Ele vai aparecer, Ele vai ficar marcado ali para sempre e essa imagem jamais será apagada.
    Assim como a água evapora, sobe e desce, e nunca se esgota....... assim é o nosso Deus.

    O tempo das pedras já acabaram. Hoje olho para as letras e sabe o que vejo nelas? Rios, árvores, seres viventes, homens e mulheres, gritos e gemidos, silêncio, pó, ar, raio, sol, deserto, manancial.... Para nós são criaturas sim, são Deuses que vivem juntos, cooperam juntos, fluem juntos buscando sempre a perfeita harmonia. Aqui, neste mundo, um Deus vence outro Deus, no momento em que Ele "esquecer" suas raízes, quem Ele é, e de onde veio e pra onde vai. Para nós um Deus que mantém tudo o que criou esmagado em baixo de seus grandes pés, não nos serve.

    ResponderExcluir
  8. O Senhor nosso Deus é Santo, separado, diferente, individualizado em relação à criação. Ele e a criação são "coisas" diferentes, são de natureza diversa. A idéia de que Deus é o somatório de todo o tipo de energia é uma heresia panteísta (crença em que Deus é tudo). Para nós, cristãos, o Senhor Deus é um ser autoconciente e diferenciado dos demais. O Senhor estabelece uma relação de parceria, amizade e amor com o homem. E, apesar de toda troca, Ele está sempre e sempre estará individualizado. Deus não Se confunde com nada, nem com ninguém. Ele ajuda ao homem, salva-o, revela-Se para ele, manifesta-Se através dele, mas sempre Se relaciona numa base de respeito à pessoa e à individualidade (livre arbítrio) do ser humano.

    ResponderExcluir
  9. Eu sou Cristã, a única diferença é que olho para a cruz de uma forma diferente. Cada um carregue sua cruz, assim como Jesus carregou a Dele até o fim.

    "O primeiro mandamento: amar a Deus acima de todas as coisas."
    "O segundo, ao seu próximo como a ti mesmo".
    Amém.

    ResponderExcluir
  10. "As circunstâncias em que vivemos não são sempre um reflexo fiel da bondade de Deus. Se a vida estiver bem ou não, a bondade de Deus, baseada em Seu eterno caráter, é a mesma"


    Helen Grace Lescheid

    ResponderExcluir